NO PAÍS DOS TARAHUMARAS. Antonin Artaud no México dos anos 1930

Tânia Gomes Mendonça

Resumo


Este artigo pretende lançar luz à visita do artista francês Antonin Artaud à terra dos índios tarahumaras, em 1936, no México. O texto encontra-se mais ligado ao âmbito historiográfico do que ao biográfico, uma vez que parte de uma análise histórica da viagem de Artaud a este país. O artigo procura relacionar as reflexões de Artaud aqui analisadas à sua concepção de teatro no mesmo período. Busca-se também questionar, no texto, as contradições do autor ao relatar a sua viagem à terra indígena, assim como apresentá-lo como um sujeito integrado às discussões artísticas de seu tempo histórico.

 


Palavras-chave


Teatro moderno; Teatro francês; Performance.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.