Samir Yazbek comemora 30 anos de carreira | Escola de Teatro Célia Helena
Escola de Teatro Célia Helena Notícias Samir Yazbek comemora 30 anos de carreira

Samir Yazbek comemora 30 anos de carreira

2018 é um marco para Samir Yazbek.

O dramaturgo, diretor teatral, ator, professor, mestre e coordenador do curso de pós-graduação em Dramaturgia na Escola Superior de Artes Célia Helena está celebrando 30 anos de carreira e, em comemoração, leva ao Sesc 24 de Maio uma programação especial durante todo o mês de novembro.

“O eterno retorno” traz a estreia da montagem teatral homônima, além de eventos gratuitos como leitura dramática de cinco textos inéditos, que investigam sua relação com a sociedade, um debate e oficinas de iniciação à dramaturgia.

A peça inédita “O eterno retorno” aborda questões que vão desde à cultura teatral até as inquietudes de três décadas de dramaturgia, todas encarnadas no personagem do Ator que, aos 30 anos de carreira, percebe-se mais dedicado à TV do que aos palcos, algo inverso ao que idealizava em sua juventude.

As leituras dramáticas acontecem ao longo do mês de novembro, contando com reconhecidos nomes no elenco e direção como Lígia Cortez, diretora do Célia Helena, e os professores Marcelo Lazzaratto, Gabriel Miziara, Pedro Granato e Luciana Schwinden.

O bate-papo, que acontecerá no dia 1º de dezembro, às 16h, tem como principal tema “A dramaturgia contemporânea brasileira”, com reflexões de expoentes de distintas gerações. Já as oficinas acontecerão durante todas as sextas-feiras de novembro, até o dia 30, e os participantes serão imersos no universo da dramaturgia teatral em encontros sequenciais, ministrados por Samir Yazbek.

Com uma formação consolidada com o diretor Antunes Filho, no Centro de Pesquisas Teatrais (CPT) do SESC, Samir acumula um rico currículo e é conhecido pela crítica como membro da Geração 90. Peças como O fingidor – que lhe rendeu o Prêmio Shell de melhor autor e figura na lista da Revista Bravo como uma das 60 melhores montagens brasileiras desde sua 1ª edição, em 1998-, As folhas do cedro, A terra prometida – mencionada pelo jornal O Globo entre os dez melhores do ano, O regulamento, A máscara do imperador, A entrevista, O invisível, Diálogo das sombras fazem parte de seu rico e extenso currículo na dramaturgia brasileira.

Saiba mais sobre “O eterno retorno” aqui!

Receba informações sobre nossos cursos e eventos