Escola de Teatro Célia Helena Inglês Notícias Com técnicas de teatro, curso do Célia Helena promove desenvolvimento profissional em qualquer área

Com técnicas de teatro, curso do Célia Helena promove desenvolvimento profissional em qualquer área

Programa de curta duração, “Vivenciando o Teatro” ensina o básico das artes cênicas para não atores

Independente da vontade de seguir ou não uma carreira nos palcos, o contato com as artes cênicas é sempre agregador. Um exemplo dessa força do teatro é o curso “Vivenciando o Teatro — Criatividade e Comunicação”, que tem inscrições abertas no site do Célia Helena.

Voltado para não atores que tenham ou não interesse em continuar na área, o curso transmite ensinamentos básicos das artes cênicas, mas que servem para o desenvolvimento profissional em qualquer área. Por isso, a turma é sempre composta por alunos de diversas formações.

Alunos se divertem em exercício de grupo durante aula do curso “Vivenciando o Teatro”, no Célia Helena

No programa de apenas duas semanas nesta versão de férias, os alunos têm contato com o trabalho (quase sempre invisível) que um bom ator faz antes de apresentar um espetáculo: construção de personagem, controle do tempo, a relação com os outros atores. Aprendizados valiosos para qualquer profissão.

“Muito se fala sobre o poder do teatro para desinibição e falar em público, mas vai muito além disso”, explica Abel Xavier, professor responsável pelo curso. “O ‘Vivenciando’ proporciona o autoconhecimento e a descoberta dos potenciais de cada aluno.” Segundo ele, quem faz o curso melhora sua percepção do coletivo, sua comunicação interpessoal e sua criatividade.

As aulas são divididas em três momentos. No início, os alunos fazem aquecimentos, trabalham corpo, voz e respiração. É um momento de autopercepção. Depois disso, começa uma fase de jogos: o aluno se vê como parte de um coletivo ao se soltar e interagir com o outro. “Trata-se de um resgate à infância, de se permitir voltar a brincar, experimentar a ludicidade”, diz Xavier.

No último momento, uma referência — que pode ser um texto ou um tema, por exemplo — serve de ponto de partida para a construção de cenas. A apresentação no final do curso é facultativa. Segundo o professor, os desejos do grupo têm extrema importância na condução das aulas e a execução das cenas depende da vontade e disponibilidade de cada aluno.

Programa já consagrado no catálogo do Célia Helena, o “Vivenciando” formou diversos alunos. Dentre eles, alguns seguiram na carreira de ator, outros aplicaram os conhecimentos em outras áreas. Entre os retornos mais frequentes, Xavier destaca três.

“Os alunos descobrem que é benéfico tirar um tempo para o autoconhecimento, refletir sobre sua história e experiências e enxergar suas potencialidades. Além disso, percebem que são capazes de fazer coisas que não acreditavam que fariam, como estar em cena”, diz. Por fim, aqueles que seguem no teatro saem do “Vivenciando” com uma noção clara do cotidiano de um ator.

Saiba mais sobre o curso e inscreva-se.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support
Icone WhatsApp