Parcerias Internacionais

Nos últimos anos, intensificando a sua atuação internacional por meio de acordos bilaterais com instituições, a Escola Superior de Artes Célia Helena tem oferecido a seus alunos um horizonte de atuação mais amplo por meio de uma experiência intercultural e acadêmica. Os acordos também preveem a recepção de professores e pesquisadores estrangeiros para dialogar sobre ações artísticas e culturais desenvolvidas em seus países de origem.

Intercâmbios semestrais

Com equivalência com nossas matrizes curriculares, são destinados aos alunos da Graduação de Teatro da ESCH e podem ser cursados no 3°, 4° ou 5° semestre em três universidades, em Portugal e na Espanha:

Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo (ESMAE) no Porto, Portugal

Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) em Coimbra, Portugal

Centro Universitário de Artes – Transforming Arts Institute (TAI) em Madrid, Espanha

Cursos livres

Com o objetivo de ampliar o entendimento artístico e cultural assim como promover atividades de ensino e pesquisa, o Célia Helena tem se dedicado no desenvolvimento de suas parcerias com instituições estrangeiras realizando intercâmbios artísticos e acadêmicos e oferecendo cursos livres para os alunos de todos os cursos da escola (Profissionalizante, Graduação, Pós-Graduação e Mestrado Profissional).

Teatro de Arte de Moscou (Moscow Art Theatre School – MXAT)

Firmado em fevereiro de 2013, durante a programação de eventos em comemoração aos 150 anos de nascimento de Stanislávski, o acordo de cooperação cultural estabelece a realização de atividades artístico-culturais: eventos, seminários, cursos e publicações.

Nos anos de 2013 e 2015, alunos da ESCH e do Teatro-escola Célia Helena (TECH) participaram do Stanislavsky Summer School, em Boston, EUA, sob a condução de diretores e professores do TAM.

Em janeiro de 2020, um grupo de estudantes do Célia Helena realizou um curso intensivo de três semanas no Teatro de Arte de Moscou, na Rússia.

New York Film Academy (NYFA) em Nova York, Estados Unidos

Cada ano, o Célia Helena recebe diretores e professores da New York Film Academy (NYFA) para palestras, workshops e sessão de informações sobre a tradicional instituição americana e seus cursos. Alunos interessados em fazer cursos curtos (Summer courses) ou Mestrados participam de audições para concorrerem a bolsas de estudo nas diversas linguagens ofertadas: Teatro Musical e Atuação para Cinema.

Stockholm Academy of Dramatic Arts (SADA) – Stockholm University of Arts (SUA) em Estocolmo, Suécia

A parceria entre Stockholm Academy of Dramatic Arts (SADA) e o Célia Helena envolve projetos bilaterais realizados tanto aqui no Brasil quanto na Suécia. Já foram realizados workshops em São Paulo em que nossos alunos tiveram a oportunidade de integrar ações artísticas, dirigidos por professores de Estocolmo, na linha de pesquisa e atuação de Performing Arts and Landscape, com o apoio do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP), no Parque Ibirapuera.

Escuela Nacional Superior de Arte Dramática (ENSAD) em Lima, Peru

A parceria com a Escuela Nacional Superior de Arte Dramático (ENSAD) foi firmada em 2016, por ocasião do Festival Internacional organizado pela instituição em Lima, Peru, e pela GATS (Global Alliance of Theatre Schools), quando alunos do Teatro-escola Célia Helena (TECH) apresentaram a montagem de ‘Não há justiça em Roma’, , adaptação do texto shakespeariano Tito Andrônico, com direção de Elisa Ohtake. Envolve intercâmbio de alunos e professores, de graduação e pós-graduação, para a realização de ações de ensino e pesquisa, de difusão da cultura teatral por meio de encontros, seminários, congressos, entre outros.

Palestras e cursos internacionais no Célia Helena

Em abril de 2019, uma parceria entre o Célia Helena e o SESC trouxe o diretor inglês Jonathan Martin para workshops e bate-papos na Escola e conferências com professores da ESCH, no SESC.

Sabrina Percario, ex-aluna do Célia Helena, contemplada com uma bolsa na New York Film Academy, no curso de Atuação para Cinema, em março de 2019, participou de um encontro com os alunos para compartilhar suas experiências como atriz, diretora e produtora na área.

Em fevereiro de 2019, o Célia Helena recebeu o dramaturgo e roteirista israelense Motti Lerner. O encontro uniu ainda o ex-aluno Michel Joelsas e a atriz Vivianne Pasmanter sobre seu mais recente trabalho, “Amor profano” e a efervescência do cenário audiovisual israelense.

Em setembro de 2018, a ESCH recebeu a crítica, pesquisadora teatral, editora e professora cubana Vivian Martínez Tabares.

Em maio de 2018, Jenny Valentine, escritora inglesa, participou de um bate-papo com os alunos para entender a realidade social, artística e educacional de São Paulo. Os apontamentos coletados tanto em São Paulo como com os estudantes de Lima foram temas desenvolvidos no texto “Noturno/Diurno” para o Projeto Conexões/2019.

Em maio de 2015, a Escola recebeu Jean-Jacques Lemêtre do Théâtre du Soleil para ministrar o curso intensivo O Corpo Musical.

Convites internacionais

Em maio de 2019, a ESCH foi convidada pelo Instituto de Artes Teatrais (Institute of Theatre Art) para representar o Brasil no III Festival BRICS de Teatro, em Moscou. Ao lado de estudantes da China, Rússia, África, Armênia e Bielorrússia, ex-alunos da ESCH apresentaram trechos da peça Édipo Rei, de Sófocles, sob a direção da Profa. Dra. Liana Ferraz.

Em outubro de 2018, o Célia Helena recebeu um convite para o I Congresso da EASTAP (European Association for the Study of Theatre and Performance), em Paris. A professora e mestre Joana Dória representando o Célia, apresentou o artigo: “Participatory art and migratory experiences in the creation of Radix – hope, illusion and deceit”.